Francisco rezou diante da imagem de Nossa Senhora de Fátima e ofereceu a Rosa de Ouro, presente especial que os Papas oferecem em visitas marianas.

Uma multidão acolheu o Papa Francisco na Cova da Iria, em Fátima, Portugal, nesta sexta-feira, 12. O local é significativo para a Igreja por ser onde Nossa Senhora apareceu às três crianças pastoras, há 100 anos.
O Santo Padre chegou em carro aberto e saudou os fiéis. Já na Capela das Aparições, rezou em silêncio, por alguns minutos, à frente da imagem de Nossa Senhora de Fátima. Em seguida, rezou em voz alta pedindo pelos sofrimentos do mundo.

No mais íntimo do teu ser, no teu Imaculado Coração, vê as dores da família humana que geme e chora neste vale de lágrimas. No mais íntimo do teu ser, no teu Imaculado Coração, adorna-nos do fulgor de todas as joias da tua coroa e faz-nos peregrinos como peregrina foste Tu, pediu.

E assim seremos, como Tu, imagem da coluna luminosa que alumia os caminhos do mundo, a todos mostrando que Deus existe, que Deus está, que Deus habita no meio do seu povo, ontem, hoje e por toda a eternidade”.

A oração foi concluída com a consagração jubilar rezada junto com os fiéis. Depois, Francisco ofereceu a Nossa Senhora a Rosa de Ouro. Um presente que, na realidade, é de prata; uma distinção que os Papas fazem em visitas marianas. Uma exclusividade do Pontífice, desde o século IX.
É a segunda vez que um Papa entrega pessoalmente a Rosa de Ouro em Portugal. O primeiro foi Bento XVI, em 2010.
O momento oracional foi concluído com a bênção.


Fonte: Canção Nova