Pç. Cônego Maurício Gaspar, nº 204, Centro, Bocaiuva - MG
(38) 3251-2546
pascom@senhordobonfim.net

Oração da imagem Milagrosa do Senhor do Bonfim

                                                                                                Oh! Salvador do mundo, princípio e fim de todas as coisas!  Oh! Meu Deus, meu Senhor e meu tudo!  Eis aí, Pai Amantíssimo, até onde nos levou Vossa ternura e compaixão para com os homens. Vosso Santíssimo corpo dilacerado pelos golpes da mais cruel e bárbara flagelação; Vossa cabeça coroada de agudíssimos e penetrantes espinhos; Vossas mãos e pés traspassados de duros cravos; Vosso lado aberto por uma lançada monstruosa; e Vossa divina alma separada de Vosso corpo por morte afrontosa e dolorosíssima. Graças Vos rendo, Senhor, por tudo quanto assim sofrestes por mim, para que minha pobre alma não se perdesse.  Agradeço - vos, Senhor,  não só por mim, como por todas as almas remidas com Vosso precioso sangue, e de modo particular pelas pessoas a mim ligadas por vínculos de parentesco, amizade e gratidão. Lembrando, Senhor, de Vossas antigas misericórdias para com todos quantos no passado se prostraram diante desta imagem, em que quisestes ser honrado sob a consoladora  invocação do Senhor do Bonfim; e bem certo de que elas têm continuado sem interrupção até o presente, espero com absoluta confiança que não desprezareis minha humilde oração e tereis piedade de mim e de todas as pessoas, vivas e falecidas por quem sou obrigado a orar.
Permiti, Senhor, que eu Vos dirija um pedido particular por mim e por minha família. A mim, Senhor, concedei por Vossa infinita bondade o que o meu coração está a pedir – vos neste momento ( faça o pedido ) e para as pessoas aludidas as de minha família propriamente dita, eu peço, Senhor, vosso amparo e vossa misericórdia, e que concedais a cada uma delas o que desejar receber de Vós.
Como hei de agradecer – Vos, meu bom Jesus, tantos favores pedidos agora e tantas graças recebidas no passado?
Confesso e proclamo em face do céu e da terra que tudo Vos devo; e que sobre mim de modo particular, por ser o mais necessitado de vossos filhos, tendes derramado em profusão os merecimentos de Vossa Paixão e de Vossa morte.
Assim foi e tem sido desde o momento em que, fazendo – me nascer para a vida presente, me fizestes logo renascer para a vida eterna, por efeito das águas regeneradoras do batismo e me constituístes filho de Vossa Igreja.
E no correr de minha vida, quem poderá enumerar as graças que me tendes concedido, não só para minha glória no céu como para meu bem estar temporal ?!
Meu Senhor do Bonfim! Quanto Vos devo ser agradecido. Que poderei, porém, fazer para Vós, que sem nenhum merecimento meu, e só por Vossa bondade, me tendes cumulado de tantos e tão grandes benefícios, que Vos custaram o preço de Vosso Sangue e Vossa Morte. Quem me dera morrer por Vós, que morrestes por mim...Mas, que seria a morte de uma vil criatura humana a troco da morte de um Deus?...Oxalá pudesse eu, pelo menos amar-vos, como devo, com todas as minhas forças, com todo o meu coração, com toda a minha alma! Sem Vosso socorro, Senhor, nada posso.
Ajudai – me com Vossa graça e pelos merecimentos de Vossa Morte. Oh! Senhor do Bonfim, fazei - me viver santamente e morrer em Vossos braços. Oh! Maria Santíssima, Minha mãe querida, intercedei por mim.
Amém.


Ouça também o hino do Senhor do Bonfim